sábado, 30 de maio de 2015

O Ciclo Feminino e a Lua

Boa tarde, pessoal!

Este artigo será mais direcionado às irmãs do que aos irmãos, mas também serve para que os irmãos possam compreender melhor suas companheiras, mães, amigas, namoradas e afins... :)
Vejo muita gente com dúvida em relação especialmente a identificar o seu ciclo como Ciclo da Lua Branca e Ciclo da Lua Vermelha (ou Negra), e intuitivamente identifiquei ambos em dois arquétipos do Tarô, e é através desta analogia que vamos compreender estas duas energias distintas.
Primeiramente gostaria de deixar as minhas mais sinceras desculpas por não estar conseguindo atender ao blog com um artigo por semana, e por conta disso, atrasei a série de artigos sobre o Xamanismo que está para finalizar, e também quero deixar o recado de que em vez de fazer uma série sucessiva de artigos sobre o Sagrado Feminino eu vou ir postando sobre esses temas aleatoriamente, pois é assim que eles têm vindo para mim (como agora, rs..), então na barrinha à sua esquerda além dos links sobre Xamanismo, daqui em diante haverá também os links sobre o Sagrado Feminino, como temas de destaque de meu estudo e trabalho.

Ofereço minha gratidão as meninas do grupo que administro no facebook "SAGRADO LIVRE FEMININO", pois não fossem as suas dúvidas, eu não teria essa inspiração para falar sobre esse tema agora, gratidão! _/|\_


O CICLO FEMININO E A LUA



É tradição ancestral relacionar o ciclo feminino com as fases da Lua, mais do que isso, relacionar todos os ciclos da vida com as fases lunares, colheita, plantio, fertilização, passagem do tempo, rituais de passagem, etc.

Não custa reforçar que a Lua exerce forte influência sobre as marés, sobre as plantas, sobre o clima, o comportamento dos animais, e o que muito se comenta sobre nosso corpo que é principalmente composto de água, mas também tal qual a toda a forma de vida, quando alinhada à natureza, acaba por entrar em ritmo, tudo na natureza é cíclico, assim como nós, e nossa vida.
Recentemente por meio das Terapias Holísticas, da volta do culto ao Sagrado Feminino e do Xamanismo enquanto Terapêutica, muitos espiritualistas e terapeutas têm atribuído curas emocionais, físicas e reequilíbrio geral através desse re-alinhamento com os ciclos naturais, e isto acaba se dando de forma mais incisiva na mulher, que vive os ciclos naturais mais intimamente, sendo todos os dias submetida pela sociedade a romper consigo mesma, com sua sacralidade, fugindo do próprio ritmo natural.


Como a Lua funciona sob a natureza vegetal e animal


















As quatro fases lunares podem ser associadas às quatro estações do ano também, mas de forma menos intensa.

Lua Nova: Quando a Lua se encontra entre o planeta Terra e o Sol, é pouco visível, pois a face que está voltada para a Terra não está sendo iluminada pelo Sol, ela aumenta a sua visibilidade diariamente.

Nos vegetais é uma lua boa para plantio e fertilização, pois precede o período de desenvolvimento e a seiva se concentra na raiz.

Nos animais, por ser uma fase escura, alguns animais aproveitam-na para a reprodução, outros já se recolhem para protegerem-se melhor dos predadores, e os mais noturnos a aproveitam melhor.

Obs.: A Lua Nova é a que marca o início nos calendários de tradição lunar.

Lua Crescente: Ângulo da Terra, do Sol e da Lua completamente retos, aparência de um "C".

Nos vegetais é uma lua também boa para fertilização e para poda, pois a seiva está subindo para caule e galhos e o corte não compromete a saúde da planta.

Lua Cheia: A sua totalidade é refletida na Terra, costuma ser de aparência grande, brilhosa e visível.

Nos vegetais é quando a seiva se concentra na copa, folha e assim dá-se origem a frutos e flores, momento bom para colheita.

Nos animais é período de aumento de caça majoritariamente, para compensar o período de lua escuro em que foi mais difícil conseguir alimento, também propício para reprodução, os animais mais noturnos caçam menos nesta lua.

Lua Minguante: Ângulo da Terra, do Sol e da Lua, novamente aproximadamente retos, desta vez diminuindo gradativamente de tamanho, ficando em forma de "C" invertido.

Nos vegetais a concentração de seiva passa a descer novamente, o final desta lua e início da Lua Nova são propícios para colher galhos e lenha pois com menor concentração de seiva eles secam mais fácil.


Como a Lua se manifesta sob a natureza humana

De forma geral, podemos dizer que a influência da Lua tanto em homens como mulheres (de uma maneira mística e psíquica) pode influenciar na ansiedade ou relaxamento, na libido, no apetite, na concentração e desenvolvimento mental, nas emoções e muito mais.


Ciclo da Lua Branca e Ciclo da Lua Vermelha (ou Negra)

Entretanto, nas mulheres esta conexão se dá de forma mais intensa de acordo com seu ciclo reprodutivo.

Não aprofundei na origem dos conceitos Ciclo da Lua Branca e Ciclo da Lua Vermelha (ou Negra), mas pelas minhas pesquisas em grande parte atribuem-se os conceitos à literatura de Miranda Gray.

A mulher pertencente ao Ciclo da Lua Branca é a mulher que tem seu ciclo reprodutivo quase que idêntico às fases lunares, ou seja, tem seu período de ovulação e fertilidade na Lua Cheia e seu período lúteo (menstrual) na Lua Nova ou nos 3 dias que a precedem, sendo estes três dias chamados de fase da Lua Negra, pois não há visibilidade alguma no céu, é um período de encerramento, morte.

Já a mulher pertencente ao Ciclo da Lua Vermelha é a mulher que possui o ciclo ao inverso das fases lunares, sendo assim, a mulher tem a sua menstruação na Lua Cheia e a sua fertilidade se dá na fase escura da lua (Lua Negra ou Lua Nova).

É importante que se confirme a lua da ovulação (e não só a da menstruação) para identificar exatamente a que ciclo a mulher pertence, pois existem mulheres de ciclos mais longos e mais curtos, e mulheres com ciclos mistos destes dois tipos ou em transição (muitas vezes por períodos de mudanças internas, de alimentação, desmame de anticoncepcionais, etc), o que posso dizer de minha experiência é que com o tempo o ciclo se adapta quase que perfeitamente a um destes dois, podendo mudar ao longo da vida de um para o outro conforme for necessário.

A grande dúvida da maioria das mulheres é: o que isto significa afinal? O que a Lua me traz sendo da Lua Branca ou da Lua Vermelha? Como me conectar com esse ritmo? Especialmente as da Lua Vermelha, o ciclo inverso, como conectar-me com a Lua Cheia, com a fertilidade da natureza enquanto passo por meu período de morte, de transformação?

Pensando nisso, trouxe então, como dito, dois arquétipos dos Arcanos Maiores do Tarô, que, como a maioria deve saber, mais do que um instrumento divinatório, é um instrumento de autoconhecimento e evolução com simbologias milenares oriundas da antiga Cabala e das antigas sociedades secretas de magia.


Os Arquétipos d'A Imperatriz (A Mãe) e A Sacerdotisa (A Bruxa)


Imagem das minhas lâminas do Tarô de Waite.


A Imperatriz (Mulher da Lua Branca):

A Imperatriz é a personificação do arquétipo da Mãe, da criação e da criatividade, aquela que acolhe, está ligada ao amor conjugal, familiar, é o feminino criador integrado ao masculino, está mais ligada a energia material e externa.

A mulher da Lua Branca é a que tem seu ciclo conforme o ciclo da Lua, está fértil quando toda a terra fertiliza-se (na Lua Cheia), e tem sua fase de morte/transformação na lua escura, seguindo o ritmo lunar, ou seja, esta energia expansiva e criativa da Lua Cheia é usada para criação externa, maternidade, são mais expansivas, espontâneas e sociais.

A Sacerdotisa (Mulher da Lua Vermelha ou Negra):

A Sacerdotisa representa a intuição, a face donzela da Deusa, mas não uma donzela ingênua, uma mulher de vocação sacerdotal, uma mulher de conhecimento, uma mulher que muitas vezes "abre mão" do conforto do amor familiar e conjugal para viver a Verdade do amor incondicional, do amor divino, está para além de bem e mal, em alguns baralhos ela possui aparência pouco mais madura, é também chamada de A Papisa.

A Mulher da Lua Vermelha ou Negra é aquela que tem o ciclo da sua lua inverso ao da Lua cósmica, ou seja, quando toda a vida está fértil sob a influência da Lua Cheia, a mulher em seu período lúteo volta para si mesma, é uma fase muito psíquica, o desenvolvimento é interior, e em sua fase de criação a Lua encontra-se em sua fase escura, de forma que esta energia de criação na mulher deste ciclo é sempre canalizada para o interior, para o intelecto, com fins de transformação, mesmo a sexualidade é mais voltada para si do que para o outro, mais ligada à magia e a prática espiritual do que à concepção.

Como eu já disse antes, as mulheres podem oscilar ao longo da vida entre estas duas formas de ciclo, ou ainda uma mista, pouco comum. 


Anticoncepcionais

Por minha experiência pessoal posso dizer que quanto maior é a observação dos sinais do corpo, mais alinhado fica o seu ciclo, é um estudo de si mesma, ainda enquanto método de contracepção natural eu recomendo o Simpto Termal que consiste na análise da temperatura basal, mais a análise do muco cervical e a abertura e posição do cérvix (deixando claro que estes métodos não protegem de DSTs), através da temperatura basal é já facilmente notado o período de ovulação, e a análise do muco também é uma das mais simples formas de saber quando se está ovulando.

O uso do anticoncepcional impede um fluxo natural e inibe uma atividade do corpo da mulher que é a ovulação, o que causa desequilíbrios energéticos e físicos, sem falar nos riscos à saúde que hoje já são conhecidos e comprovados, há um aumento muito grande de mulheres com cistos, tromboses e outros problemas.


Falo especialmente para aquelas mulheres que tomam comprimidos que inibem inclusive a menstruação, isto é muito prejudicial energeticamente, é sabido primordialmente entre as sociedades tribais que no período de Lua a mulher está fazendo uma limpeza energética em si própria e em todo o ambiente, por ser receptiva por natureza (polo negativo) e especialmente nesse período, o bloqueio do fluxo menstrual não bloqueia esta função, mas bloqueia o fluxo de energias, o que faz muitas vezes com que a mulher viva numa espécie de "TPM eterna", absorvendo energias e não dando vazão a elas para que sejam transmutadas através do fluxo do Sangue Sagrado.

O corpo leva de 4 meses a 1 ano para se purificar da substância do anticoncepcional e regular o ciclo menstrual, a depender do medicamento utilizado, e especialmente se sua dosagem hormonal era alta ou baixa, e do tempo em que a mulher vinha o utilizando.


Plante sua Lua

Ouvi num ritual de mulheres recentemente por uma madrinha muito querida a seguinte frase "houve um tempo em que o único sangue derramado sobre a Terra era o sangue da Lua, quando não existiam guerras", esta frase toca muito.

O nosso sangue é o nosso DNA, a nossa energia contida ali, a nossa ancestralidade, e nós descartamos este sangue como lixo, sem falar no verdadeiro acúmulo de lixo que é o que se faz com o uso de absorventes descartáveis, que também são prejudiciais ao nosso corpo em suas substâncias que provocam alergias, aumento do fluxo, mau cheiro e mesmo o desconforto e as cólicas.




Sempre existiram alternativas mais naturais, porém isto não é incentivado por nosso sistema que se confunde em comércio e medicina por vezes. Você pode usar toalhinhas, hoje já existem bioabsorventes fabricados em maioria artesanalmente no formato de um absorvente descartável, custam em torno de R$ 10,00 a R$ 20,00 cada um e tem longa duração. E outra alternativa são os coletores menstruais que são copinhos de silicone reutilizáveis e totalmente atóxicos que são inseridos no canal vaginal de forma que o sangue sequer chega a entrar em contato com a parte externa, ganha em conforto e praticidade também, custando em torno de R$ 80,00 a R$ 150,00, têm duração de até cerca de 8 anos ou mais.


















Plantar a sua Lua é devolver o seu sangue para a Mãe Terra, tanto como fertilizante para as plantinhas, mas também em gratidão e transmutação de energias antigas, esta é a melhor maneira de descartar o seu sangue menstrual, existem muitos ritos, existem mulheres que armazenam seu sangue em vasos menstruais, que montam altares menstruais, tudo vai depender da sua disposição e das tradições as quais você possui afinidade, mas honrar o seu Sagrado Feminino é sempre uma benção.


* Observação importante: As datas de fases da Lua marcadas nos calendários tradicionais marcam a data do ápice daquela determinada fase da lua e não o seu início, sendo o seu início então 3 dias antes da data marcada no calendário e seu final 3 dias depois desta data, totalizando assim os 7 dias de uma fase lunar.


Alguns links que podem ser do seu interesse:




17 comentários:

  1. Respostas
    1. Gratidão, querida, conheça o novo blog que está reunindo todo esse material atualizado e revisado e muito mais! :)

      http://grimorioxama.blogspot.com

      Excluir
  2. Respostas
    1. Gratidão, querida, conheça o novo blog que está reunindo todo esse material atualizado e revisado e muito mais! :)

      http://grimorioxama.blogspot.com

      Excluir
  3. Por favor e se eu menstruo na Lua Crescente e ovulo na Minguante ou vice versa pertenço a qual Ciclo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmã, depende se vc menstrua mais no final ou no início da crescente e se ovula mais no final ou início da minguante, por exemplo: se menstruar mais no final da crescente e mais no final da minguante seu ciclo está mais para Lua Vermelha (ou Negra), mas provavelmente está em processo de mudança e adaptação, porque a menstruação está mais próxima da cheia e a ovulação mais próxima da Negra/Nova.

      Te convido a conhecer o novo blog que está reunindo todo esse material atualizado e revisado e muito mais! :)

      http://grimorioxama.blogspot.com

      Abraços.

      Excluir
    2. QUAL MEU CICLO? Porque ha aproximadamente um ano observo minha menstruação e 90% das vezes ela acontece durante todo o período da minguante, terminando na nova. Eu ovulo na crescente. Quase não sinto sintomas de tpm, mas ainda na lua cheia começo a sentir que meu corpo se prepara pra mentruar, no final da lua cheia meu utero pesa, sinto um pouco de colica (mas nem todos os meses) e assim que entra a minguante o sangue desce. É bem comum que meu ciclo seja exatamente assim como descrevi. Fico na dúvida, o que vc acha?

      Excluir
  4. Extraordinário artigo..quanta sabedoria mas já agora, como fazer na menopausa para seguir ciclos lunares?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmã, gratidão primeiramente, na Menopausa a mulher assume o arquétipo da Mulher Sábia, pois o sangue que contém toda magia está retido no corpo desta mulher, se conecta melhor com a Lua Minguante e últimos dias da Lua Cheia, entretanto pode continuar a utilizar a energia da Lua em seu favor em todas as suas fases, aqui em meu novo blog escrevi sobre as fases da Lua e suas aplicações mágicas e também em plantio de vegetais, dá uma olhada:

      http://grimorioxama.blogspot.com.br/2016/10/avo-lua-e-seus-misterios.html

      Naturalmente a Lua em geral se associa ao aspecto de mulher sábia pois está relacionada às Avós também. :)

      Beijos e boa leitura.

      Excluir
  5. Olá, flor!! Amei o artigo. Porém estou com uma pequena dúvida. Depois que tive meu filho passei um ano sem menstruar pois ainda amamento, dai dia 19 de novembro (sábado) minha Lua desceu, fui no calendário e constou como lua minguante. Faço parte do ciclo da lua vermelha ou branca?! E qual as características que a lua minguante traz para quem menstrua nessa época.

    Gratidão amada!

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Vi que uma irmã comentou que sua ovulação ocorre durante a lua minguante e que sua menstruação ocorre durante a lua crescente.
    No meu caso é o oposto: eu ovulo durante a lua crescente e menstruo durante a lua minguante.
    Gostaria de saber que ciclo eu faço parte.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  7. Olá, adorei suas palavras, um vasto conhecimento sobre assuntos tão importantes para nós!
    Gostaria de saber se poderia me ajudar, pois estou pensando em parar de tomar anticoncepcional mas não queria ficar com meu fluxo intenso e desregulado como era antes de tomar os comprimidos.
    Se tiveres algum material mais sobre plantar a lua e ciclos das luas - branca e vermelha e negra - eu agradeceria muito! Meu email luizacalvesc@gmail.com
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  8. Estava precisando ler tudo isso. Estou me reconectando ao meu ciclo, abandonei o anticoncepcional. Gratidão!

    ResponderExcluir
  9. Gratidão por compartilhar seu conhecimento...<3

    ResponderExcluir
  10. O fato de eu tomar anticoncepcional interfere em algo se eu quise rplantar minha lua ?

    ResponderExcluir
  11. Que blog maravilhoso! Gratidão! 💕🌷

    ResponderExcluir