quinta-feira, 13 de março de 2014

Enteógenos e Estados Alterados de Consciência












Boa noite, irmãos!

Hoje venho falar sobre um assunto um pouco polêmico onde vejo a carência de informação de muitas pessoas, infelizmente levando-as a se prejudicarem, ainda que com boas intenções, como eu disse na descrição do blog, a inspiração não vem por acaso, compartilhar é preciso...
Espero ser útil de alguma forma com a minha contribuição, e ressalto, não sou ninguém para dizer sobre nada, vivo e aprendo com a Mãe Terra e com meus irmãos, filtrem o que for bom!

Gratidão! :]


Enteógenos e Estados Alterados de Consciência


Todos os estados alterados de consciência SÃO induzidos, ainda que apenas por uma concentração do indivíduo, nossas ondas cerebrais são habitualmente beta (estado de vigília), não se entra em alfa (relaxamento e serenidade) "do nada", que dirá em teta (profundo relaxamento, êxtase) ou delta (êxtase pronfundo, nirvana, samadhi, união com o Divino).


Portanto, isso já quebra parte dos preconceitos em relação ao uso dos chamados enteógenos (do grego "entheos" = Deus dentro). Primeiramente precisamos esclarecer que Drogas ≠ Enteógenos, a maioria dos enteógenos é proibido o consumo doméstico, sendo permitido apenas entre os nativos. O único enteógeno no Brasil que teve seu uso regularizado e autorizado (dentro do contexto ritualístico espiritual) foi o Chá Ayahuasca (feito a partir do arbusto Chacrona e do cipó Jagube), popularmente conhecido como Daime, que hoje é reconhecido como patrimônio cultural brasileiro.

Por que essa polêmica?

Porque vivemos no imediatismo, no capitalismo do consumo desenfreado, acha que as grandes empresas querem que você se dê conta de que há algo além do materialismo e de que você não precisa mais do carro do ano, da bolsa da moda e nem do último modelo de celular para ser feliz? Óbvio que não, há muita gente "grande" por trás disso, mas como não venho hoje falar sobre os aspectos políticos da coisa, vamos voltar ao que interessa...

O que é droga?

"Qualquer ingrediente, ou substância química que provoque alterações físicas e/ou psíquicas numa pessoa."
(Fonte: http://brasilescola.com)

Agora vou dizer porque não concordo com este conceito... Tudo, ABSOLUTAMENTE TUDO o que consumimos hoje provoca alterações físicas e psíquicas em nós, ok? Chocolate libera serotonina e ficamos relaxados, Coca-Cola... bom, não vou nem entrar no mérito de dizer o quanto isso faz mal, incluindo os Fast Foods em geral, se alguém quiser saber mais sobre esse assunto, indico o documentário Supersize Me de Morgan Spurlock.

Enfim, no Brasil existem as consideradas drogas lícitas (Cigarro, Álcool, Cafeína, etc.) e as ilícitas (Cocaína, Crack, Maconha, etc.), todas fazem mal, mas através da indústria eles podem tirar nosso dinheiro e nos manipular mais facilmente com as lícitas, e por esta razão elas não são proibidas, e além de tudo têm MUITA publicidade na mídia.
Quer dizer, usamos as drogas que eles querem...

Agora, digo a minha ideia do que é droga, seriam aquelas substâncias que provoquem alterações físicas e/ou psíquicas PREJUDICIAIS à saúde. Por isto, digo novamente, Drogas ≠ Enteógenos.

O que são enteógenos e no que se diferem dos alucinógenos?

Enteógenos, literalmente, manifestação interior do divino, substâncias que nos colocam em contato com o Sagrado. Partindo desse conceito, se eu uso um enteógeno sem intenção de me conectar com o Divino, eu terei uma experiência espiritual? Não! A começar que isso é um desrespeito e prova de um despreparo para este contato.
Para se ter uma experiência espiritual com enteógenos, é preciso respeito acima de tudo pelas Sagradas Plantas e por seus espíritos guardiões, se não acredita nisso melhor parar por aqui, estudar mais e usar apenas quando estiver realmente preparado.

A questão do LSD e seus similares é muito polêmica, muita gente diz ter experiências espirituais e esclarecedoras fazendo o seu uso, o princípio ativo é o DMT (Dimetiltriptamina), a mesma molécula presente no chá Ayahuasca e no Vinho da Jurema (utilizado no culto do Catimbó/Jurema Sagrada), e que por sua vez, é produzida também pelo nosso próprio organismo, porém em menores quantidades, o que permite sim, o estado alterado de consciência sem o uso de nenhuma substância externa, mas falarei sobre isso mais adiante.
Voltando, a grande diferença entre usar uma "droga" e usar um enteógeno é a consequência ruim que as drogas trazem, no caso da comparação entre o LSD e o Ayahuasca, já comprovou-se por estudo científico que o LSD pode sim causar dependência, entre outros malefícios, além do que, a sua chamada "bad trip" é tão intensa que muitas pessoas abandonam o uso depois de alguns anos por si mesmos por conta disto, sem falar que não há nenhum contexto espiritual na sua fabricação. Já o Ayahuasca é feito em contexto ritualístico sério, praticamente em retiro espiritual, a depender do grupo que esteja fazendo, e já no feitio (fabricação), são colocadas as intenções de cura e elevação espiritual pelas pessoas que estão participando. E para quem não acredita que nossos sentimentos, palavras e pensamentos possam influenciar as substâncias físicas e o ambiente recomendo uma pesquisa sobre o estudo científico realizado pelo Dr. Massaru Emoto sobre os efeitos de energias positivas e negativas em cristais d'água (vide imagem abaixo das amostras).





Diferente das drogas, as Sagradas Plantas, ou Plantas de Poder não causam "bad trip", a única coisa que poderia ser TALVEZ comparada seria o que chamamos de "peia" (uma comparação beeem distante, ok?), que é um momento onde a pessoa pode sentir algum desconforto físico e manifestar sentimentos de tristeza, e algumas vezes precisa fazer limpeza física (vômitos, choro, etc.), porém nesse momento (que nem sempre acontece e nem com todos) a pessoa recebe os devidos esclarecimentos do porque estão sofrendo, do que estão a limpar e a colocar para fora, é um momento onde se recebe uma cura, por isso, é comum nos rituais entre os índios e até nas doutrinas urbanas, ver as pessoas agradecendo por isto. Não, não, me desculpe, chega a ser um desrespeito comparar uma "bad trip" a uma "peia", não tem como explicar, só quem já teve uma sabe...

Mas é importante deixar uma ressalva, a nossa mente, acostumada a pensar incessantemente, é muito "malandra", e até mesmo dentro do contexto ritualístico espiritual da consagração de Plantas de Poder, é possível ter visões sem sentido ou "achar que recebeu tal informação e não ser nada disso", isso acontece porque nossa mente é um verdadeiro labirinto de pensamentos, e não estamos acostumados a vibrar em tão pura frequência, por isso é muito importante a prática de meditação para aprendermos a ter o controle da mente, silenciar para aprender a ouvir, a prática leva à perfeição e com o tempo nos tornamos espectadores dos nossos pensamentos e aprendemos a diferenciar o que é um pensamento ou desejo nosso do que é uma revelação vinda do espiritual. Como já me disseram uma vez, "a mente mente".
Recomendo para quem quer aprender a meditar o livro O Poder do Agora de Eckart Tolle.

"Alucinógenos são drogas que causam alucinações, distorções profundas nas percepções de realidade."
(Fonte: http://adroga.casadia.org/)

Não vou dizer que é impossível que uma pessoa tenha experiências espirituais com alucinógenos, pois esses termos são relativos, tudo dependerá do contexto em que for utilizado, pois em essência, TUDO veio da natureza de alguma forma, acontece que geralmente as pessoas quando buscam substâncias com essas capacidades sem contexto espiritual, elas não desejam se voltar para dentro de seu Ser, mas fugir de uma realidade desagradável em que vivem, e tendo em vista essa intenção, com certeza a pessoa viverá coisas que não são reais, mas construções da mente do próprio indivíduo.
Eu acredito, que toda planta com propriedades psicoativas é capaz de produzir uma experiência espiritual, mas fora do contexto ritualístico, lamentavelmente não passarão de alucinógenos, por isso quem tem interesse nesse tipo de experiência deve ter muito cuidado e o estudo deve ser muito sério, senão, além de prejudicar a própria saúde, pois algumas plantas tem toxinas, não irá obter nenhum crescimento espiritual.
Por minha própria experiência, sempre recomendo o chá Ayahuasca para iniciantes, em contexto ritualístico e em local sério. Para saber mais sobre enteógenos e Plantas de Poder em geral, indico os livros de Carlos Castañeda, em especial, A Erva do Diabo.


Sobre o fumo... Eu apresento a visão Xamânica que nos ensina que o ato de tragar é um grande desrespeito à ancestralidade, pois os índios já sabiam que fumaça no pulmão faria mal, e na visão deles, quando a fumaça é tragada ela se torna impura, então toda vez que pegamos um ato considerado Sagrado, como pitar ervas e o invertemos como o homem branco tem o hábito, estamos praticando Magia Negra, mesmo que sem consciência disso, como fizemos com o Tabaco, a Cannabis e a Coca, por exemplo.

Para os indígenas, toda vez que jogamos fumaça para o alto estamos chamando os espíritos, e fazer isto sem respeito ou por diversão é o mesmo que dar um "falso alarme" a espiritualidade, e isto é muito sério, é preciso respeitar o espirito do vento e das Sagradas Plantas.
Só a exemplo, os Guaranis praticam o pito do Sagrado Tabaco no cachimbo (Petyngua) há cerca de 30 mil anos, e há todo esse tempo tem sido assim, e nós com nossa ignorância, persistimos em fazer o uso maléfico desta medicina ancestral.
Eu reconheço os benefícios da Cannabis, e acredito muito no seu poder de cura, mas da mesma forma que há remédios que fazem bem para determinada coisa e causam um mal para alguma outra, eu a considero como droga, fumada como vem sido utilizada pelas pessoas, auxiliando alguns, despertando o vício em outros, sem falar na energia carregada da criminalidade e do tráfico, e ainda, nos pobres espíritos obsessores e viciados que vêm saciar-se encostando nesses irmãos que fumam.
Ainda que não muito classificados como tal, num contexto ritualístico, como enteógenos temos o Tabaco na forma do Pito e do Rapé e a vacina do Kambô (secreção venenosa extraída da rã Phyllomedusa Bicolor). Digo enteógenos não por terem a característica de produzir "visões", mas pelo contato espiritual que pode ser sentido através da experiência.

Estados Alterados de Consciência sem a ingestão de Enteógenos


Uma vez esclarecidos os conceitos necessários, finalmente falarei sobre os Estados Alterados de Consciência sem o uso de substâncias externas. Como eu disse no início, se faz necessário algum tipo de indução, falei sobre os enteógenos acima, mas como já disse também, nosso próprio organismo produz o DMT, ou seja, somos plenamente capazes de entrar em transe sem ingerir nenhuma substância, claro que é mais difícil, mas não impossível.
O transe pode ser induzido através de Tambores (observado nos cultos afro e em muitas culturas nativas já há muito tempo), através de sons chamados Bineurais (técnicas que recriam sensações a partir de sons, geralmente um tom diferente em cada fone de ouvido) e por fim, Meditação, esses são os mais populares, não descarto a possibilidade da existência de outras técnicas. Possibilitam experiências também ricas, embora exija talvez um pouco mais de dedicação e concentração, mas, fica ao critério de cada um, encontrar aquela forma com a qual sente maior afinidade, somos diversidade, contanto que se tenha cuidado e respeito, toda experiência de transe é altamente benéfica física e espiritualmente.
É importante apenas que tenham o conhecimento de que não dependemos de substâncias para entrar em contato com o espiritual, as Plantas de Poder são na verdade espíritos Aliados, ao qual devemos ser muito gratos, porém tudo o que precisamos existe e vive em nós mesmos, somos Natureza, somos Divino, só precisamos despertar.

7 comentários:

  1. Demonstrou muito domínio sobre o assunto. Foi coerente e plausível. parabéns Pequena Matriarca!

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto. Parabéns e gratidão por compartilhar tão ricas informações!

    ResponderExcluir
  3. Enfim algo digno de ser lido. Além de ser muito informativo, foi também completamente humilde, agradeço por ter me proporcionado algo útil pra ter lido.

    ResponderExcluir
  4. Enfim algo digno de ser lido. Além de ser muito informativo, foi também completamente humilde, agradeço por ter me proporcionado algo útil pra ter lido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão, irmão, conheça meu novo blog com todos estes materiais devidamente revisados e atualizados, e muito mais. Aho!

      http://grimorioxama.blogspot.com/

      Excluir